Jornal O Diário

Segunda-Feira, 1 de Setembro de 2014

Última atualização:06:00:00 AM GMT

Você está no canal: CADERNO A TELEVISÃO Monica Iozzi retoma a carreira de atriz

Monica Iozzi retoma a carreira de atriz

Em 2009, Monica Iozzi foi a primeira mulher a integrar o time formado apenas por homens no programa “CQC’’, da Band, onde ficou por quatro anos. Agora, longe do terno e da gravata, figurino típico da atração, ela mostra seu lado comentarista bastante afiado no reality show “Big Brother Brasil’’ e é a aposta da Globo para novos trabalhos em dramaturgia.

“Poder voltar a trabalhar com atuação me deixou muito contente. Sentia que era o momento de retomar o ofício de atriz’’, comenta ela, que está reservada para a novela “Buu’’, título provisório da trama com direção de Jorge Fernando, que irá ao ar após “Geração Brasil’’, substituta de “Além do Horizonte’’, na faixa das sete, com exibição pela TV Diário.

Enquanto isso, Monica tem se dedicado a espiar o que acontece na casa do “Big Brother Brasil’’. Cabe a ela fazer críticas bem-humoradas aos concorrentes do reality, além de ler e comentar os e-mails e mensagens dos telespectadores e, por vezes, alfinetar os discursos de Pedro Bial em dia de eliminação: “Ele fica lá 15 minutos falando, filosofando’’, disse Monica em sua estreia no programa, em janeiro. “É divertido criticar o programa. Divirto-me, pois o pessoal que está confinado é engraçado’’, diz ela. “São comentários sem formalidades. É como se fosse o comentário de quem está em casa assistindo e se divertindo’’, completa ela.

Assim, Monica chegou a ganhar mais espaço na atração e tem divertido o público, como quando fez piada com as frases clichês dos participantes, como “o Brasil tá vendo, tá tudo gravado’’ e “as máscaras estão caindo’’, parodiando os momento do confessionário da atração.

Segundo o especialista em televisão pela USP (Universidade de São Paulo) Claudino Mayer, o quadro apresentado por Monica no “BBB’’ tem uma missão muito clara. “O programa chegou a sua 14ª edição e precisa, a cada ano, surpreender a quem assiste. Então, ter alguém que faz críticas humoradas ao programa é se reinventar’’, diz. “As pessoas criticam tanto o “BBB’ em casa e nas redes sociais que o próprio programa resolveu fazer disso uma grande piada’’, completa ele.

Trabalho como atriz

Formada em artes cênicas, Monica Iozzi comemora o fato de poder voltar a atuar com a oportunidade que surgiu na Globo. Quando saiu da Band, onde tinha contrato por mais um ano, Monica pretendia voltar ao teatro e fazer mestrado. Seu único compromisso de trabalho era com o longa “Superpai’’, dirigido por Pedro Amorim, cujas filmagens começaram neste mês. No elenco do filme estão Danton Mello, Eduardo Sterblitch, Paulinho Serra e Dani Calabresa, colega de Monica no “CQC’’. “A gente se divertia muito. Éramos duas caipiras de terno’’, conta Dani, referindo-se ao fato de elas terem nascido fora de São Paulo. Dani é de São Bernardo (Grande São Paulo), e Monica nasceu em Ribeirão Preto (a 313 km da capital).

Antes de embarcar na teledramaturgia da Globo, Monica comenta o Oscar 2014 ao lado da apresentadora Fernanda Lima. A premiação acontece nesta noite, mas não será exibida ao vivo por conta do desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. Fernanda e Monica estarão juntas em um programa com os melhores momentos que deve ser exibido amanhã à tarde, pela TV Diário.

Momentos no “CQC’

Monica Iozzi mostrou seu humor ácido para o público em inúmeros quadros e reportagens durante sua passagem pelo “CQC’’ (Band). Entre eles, está o período em que fez a cobertura dos acontecimentos políticos, principalmente em Brasília. “Eu não aguentava mais ter que ir àquele lugar em que tem um monte de gente só roubando o dinheiro do povo’’, diz ela, que, no ano passado, chegou a fazer reportagens sobre política também no interior do Brasil.

Segundo Monica, sua despedida do “CQC’’ foi tranquila. “Partiu de uma escolha minha, pois queria voltar a trabalhar como atriz, e a rotina do programa não permitia’’, diz. “Sempre tive uma boa relação com todos, aprendi muito sobre TV estando na Band e sinto orgulho dos trabalhos que fiz por lá’’, complementa a atriz.

Surpresa e felicidade se misturaram quando Monica recebeu o convite do diretor J.B. Oliveira, o Boninho, para trabalhar na Globo, emissora com a qual tem contrato até dezembro de 2015. “Quando saí da Band, não tinha nada encaminhado nem convite de outros canais. As propostas surgiram só depois’’, afirma a atriz, que aguarda novos passos na carreira.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar