Jornal O Diário

Terça-Feira, 29 de Julho de 2014

Última atualização:06:00:00 AM GMT

Você está no canal: OPINIÃO ARTIGOS Escola Naval

Escola Naval

Uma dúzia de mulheres acaba de ingressar na Escola Naval, integrando o primeiro grupo feminino a pisar, como aspirantes, o solo sagrado de Villegagnon.

Estas meninas estudaram e lutaram muito para atingir este objetivo, submetendo-se a todas as provas que sempre foram aplicadas a todos os candidatos do sexo masculino.

A Escola Naval é a mais antiga instituição de ensino de nível superior do Brasil. Foi criada em 1782, em Lisboa, Portugal, por Carta Regia da Rainha D. Maria I, sob a denominação de “Academia Real de Guardas – Marinha”.

Com a vinda da Família Real para o Brasil, a Academia desembarcou no Rio de Janeiro em 1808, trazida a bordo da Nau “Conde D. Henrique”.

Instalada primeiramente no Mosteiro de São Bento, lá permaneceu até 1832e a partir daí, sofreu inúmeras mudanças de instalações, tendo funcionado inclusive a bordo de navio. Finalmente, em 1938, a Escola Naval veio fixar-se nesta ilha de Villegagnon, na Bahia de Guanabara, Rio de Janeiro.

O ingresso da Mulher na Marinha Brasileira ocorreu a partir de 1980 através de legislação própria. Ao longo dos anos, a participação da Mulher na Marinha tem sido marcante, e atualmente elas ocupam as mais diversas áreas de atividades.

No dia 27 de janeiro, pp, o comandante da marinha visitou a Escola Naval com o propósito de  acompanhar algumas atividades do período de adaptação dos novos aspirantes da primeira turma da Escola Naval a contar com aspirantes de sexo feminino.

Olhando o exemplo destas meninas, eu tenho orgulho de ser brasileiro.

Parabéns Mulher Brasileira!

Parabéns Marinha do Brasil!

 

Jamil Hallage é engenheiro e ex-secretário municipal de Obras

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar