Jornal O Diário

Sexta-Feira, 4 de Setembro de 2015

Última atualização:06:00:00 AM GMT

Você está no canal: POLÍCIA

POLÍCIA

Quadrilha rouba carga no Centro


Ex-detento empurra pela escada mulher e seu bebê



“Eu só estava discutindo com a minha mulher”, minimizou, na tarde de ontem (2), o ex-detento  Valter Dionízio de Melo, de 34 anos, momentos antes de ser escoltado do Distrito Central à Cadeia Pública de Mogi das Cruzes. Ele foi autuado em flagrante pelo delegado José Carlos dos Santos Alvarenga, o escrivão Mauro Kato e o investigador Evandro por cometer cinco crimes: violência doméstica, resistência à prisão, desacato, desobediência e ameaça.

Após agredir e jogar de uma escadaria a sua mulher  Luciana Padua, de 23 anos, e o filho, de 8 meses, da casa onde moram, na Avenida Lothar Waldemar Hoehne, no Bairro do Rodeio, ele a perseguiu até à via, onde a agrediu novamente.

Vizinhos chamaram a Polícia Militar e Valter foi surpreendido pelos pms Júlio Cortez e Victor Hugo  Sanches no momento que seguia no espancamento: Luciana estava sendo esganada.

Ao mandá-lo parar, ele ficou mais irritado e resolveu enfrengar os policiais, desferiu socos, tentou retirar a arma de um deles, além de cuspir  e ofender os  dois.Dominado, foi deitado no chão e com a chegada de reforço, o ex-detento foi levado para a Delegacia. 

Luciana sofreu lesões no joelho esquerdo e o filho bateu a cabeça.Mãe e filho foram socorridos ao Hospital Luzia de Pinho Melo. Ela contou aos policiais que recebeu tapas no rosto e resolveu fugir com o filho, pois foram ameaçados com uma faca.  De acordo com o delegado Alvarenga, “ela pediu medidas protetivas contra Valter”. (Laércio Ribeiro)


CDP evita acesso a 10 celulares


Três detidos por pichação



A Polícia Militar deteve,às 2 horas da madrugada de ontem, Matheus da Silva Monteiro e Vinicius Washington Oliveira, ambos de 18 anos, e Luiz Guilherme Machado de Morais, de 19 anos. Eles foram acusados de pichar a fachada do escritório de advocacia, na Rua Navajas, no Centro de Mogi.

A equipe foi ao local depois de um morador informar o Copom pelo nº 190. Os supostos pichadores negaram as suspeitas, mas próximo a eles os pms encontraram 3 tubos (spray) de tinta.  O caso será apurado.

Página 1 de 258